Curta Ficção #045 – Da Ideia ao Manuscrito



Curta Ficção #045 – Da Ideia ao Manuscrito

Ouvir

Neste episódio, Jana Bianchi Thiago Lee falam sobre seus processos criativos e suas experiências transformando ideias em manuscritos.

Comente no feed do podcast, na página do Facebook ou pelo Twitter, no @curtaficcao. A gente quer ouvir sua opinião!

***

ATENÇÃO!

Para ouvir o episódio, clique no botão play, no botão de download no plugin abaixo, ou escute pelo perfil do Curta Ficção no Spotify.

Curta Ficção no Spotify: https://open.spotify.com/show/7g006vOSEM82oK207XUX7E

Feed do podcast: http://curtaficcao.blubrry.com/feed/podcast/

***

Assinem nossa newsletter

Curtam nossa página no Facebook

Sigam-nos no Twitter

***

LINKS COMENTADOS

***

CONFIRAM NOSSOS TRABALHOS

Dúvidas, comentários, sugestões – contato@curtaficcao.com.br


6 thoughts on “Curta Ficção #045 – Da Ideia ao Manuscrito

  1. Gente, vou até ouvir de novo, pois tenho certeza de que me perdi em alguns pontos, mas gostaria de colocar alguns pontos:
    1. estou trabalhando na mesma história desde o início dos anos 2000, quando eu tinha mais tempo e menos distrações e um coração pra conquistar (os livros até que deram certo, o coração da menina não rs);
    2. eu sou desses que escreve e reescreve e edita constantemente e nem sempre termina a história em si;
    3. na maioria das vezes quero usar todos os elementos de fantasia e ficção científica que gosto e acabo fazendo uma salada tão absurda que não chego ao fim da história;
    4. devo estar no 4o ou 5o remake, mas menos inspirado, menos propenso a absurdos e com certeza com menos dedicação… quando não sei que história quero contar, me concentro em fazer uma bíblia do meu universo pra justificar minhas ideias e ter um background no qual me apoiar pra desenvolver a história… nem sempre isso é o melhor e por isso tô empacado há quase 18 anos;
    5. não quero desistir da minha história e meus personagens, acredito no potencial e que pode render uma boa história, mas preciso sentar na cadeira e escrever até acabar. É mais difícil do que parece. Alguem me ajuda? Rs

    1. Fala, Israel, tudo bom?

      Ahhhh, que legal ler sobre o seu processo! Os pontos 4 e 5 são mais comuns do que você imagina, sabia? Eu não entrei muito a fundo nas modificações que fiz no primeiro rascunho, o que tinha o Téo como protagonista, mas me identifico DEMAIS nos seus pontos 2 e 3… (Aliás, morri de rir com o coração que não foi conquistado hahaha pelo menos a carreira na escrita você manteve! :P)

      E sobre a ajuda com cinco: meu, não tem o que fazer hahaha é sentar e escrever! Mas assim, uma coisa que funcionou comigo foi esse diagnóstico sincero e verdadeiro da minha própria história. Não desista da ideia não, mas tente analisar se tem algo ali que te incomoda tanto a ponto de te bloquear, sabe? Comigo foi isso! De resto, tentar escrever pelo menos um pouquinho todo dia é pra funcionar. Uma época eu tentava garantir uma hora de escrita por dia. Às vezes saiam só 300 palavras ou nem isso, mas ia andando aos poucos! Ajuda demais!

      Vamos ver se um dia a gente faz um episódio sobre hábitos e procrastinação! Ia ser interessante, acho hehehehe…

      Beijão, boa sorte com o manuscrito e obrigada por comentar! 🙂
      Jana

    2. Israel, o desenvolvimento da “bíblia do mundo” não é ruim… Pessoalmente, acho que é muito pelo contrário, porque isso vai te dar propriedade na hora de mostrar os personagens e eventos na história. Inclusive serve como catarse para que o escritor possa extravasar a empolgação criativa em algum lugar e não caia na armadilha comum de afogar o leitor com informações sobre seu mundo.

      Na minha opinião (enquanto leigo curioso) você deveria tirar alguns instantes para definir o que você quer contar em sua história e ir peneirando o que fica e o que não fica quando surgirem novas ideias. De repente muita coisa pode ser anotada para ser contada numa outra história?

  2. Por favor curta ficção, ainda que goste MUITO dos episódios com convidados, continuem a produzir mais conteúdo de “escrita prática” !

Leave a Reply

*