Curta Ficção #064 – Produtividade e Home Office



Curta Ficção #064 – Produtividade e Home Office

Ouvir

Thiago Lee, Jana Bianchi e Paola Siviero falam sobre produtividade, rotina, procrastinação e home office. Como se organizar pra conseguir escrever mesmo com a vida acontecendo? E como aproveitar ao máximo o tempo disponível para a escrita?

Comente no feed do podcast, na página do Facebook ou pelo Twitter, no @curtaficcao. A gente quer ouvir sua opinião!

***

ATENÇÃO!

Para ouvir o episódio, clique no botão play, no botão de download no plugin abaixo, ou escute pelo perfil do Curta Ficção no Spotify.

Curta Ficção no Spotify: https://open.spotify.com/show/7g006vOSEM82oK207XUX7E

Feed do podcast: http://curtaficcao.blubrry.com/feed/podcast/

***

Assinem nossa newsletter

Curtam nossa página no Facebook

Sigam-nos no Twitter

***

INDICAÇÃO DE LIVRO DO EPISÓDIO (CURTA INDICAÇÃO)

LINKS COMENTADOS

APOIE NOSSO FINANCIAMENTO COLETIVO!

COMO FUNCIONA O PICPAY?

Para nos apoiar pelo PicPay, primeiro baixe o app pelo Google Play neste link ou na Apple Store neste link, e então siga os passos abaixo. Depois é só escolher o plano de recompensas e a forma de pagamento.

CONFIRAM NOSSOS TRABALHOS

Dúvidas, comentários, sugestões – contato@curtaficcao.com.br


9 thoughts on “Curta Ficção #064 – Produtividade e Home Office

  1. Obrigado pelo episódio! Boas dicas… Eu, com 2 filhos, trabalho, projetos e freelas sei bem como é difícil as vezes conseguir espremer um tempinho e garantir alguma produtividade na escrita. Já consegui escrever um livro quase todo dentro de ônibus, kkk. Mas atualmente uso o tempo do ônibus para podcasts.

    1. Fala, Carlos!

      Jesus, eu não consigo nem imaginar (fico só vendo a Paola se virando do avesso com a Larinha hahaha)… Mas é isso, né, é a magia de encontrar aquele tempinho onde nem a gente imagina! Fácil falar e difícil fazer, mas é o jeito! :/

      Um beijão e obrigada pelo comentário!
      Jana

  2. Eu trabalhei um período curto como home office, o suficiente pra me mostrar que não nasci pra isso, hahaha. Eu não tenho disciplina pra trabalhar dentro de casa e, por mais que tenha menos tempo disponível já que passo a maior parte do dia fora de casa, consigo me organizar pra não deixar de escrever.

    Em relação à produtividade, eu acho que consigo fazer bastante coisa levando em consideração o tempo que tenho disponível, mas acho que conseguiria fazer mais se arrumasse um tempo pela manhã pra escrever, que é o período que tenho mais disposição. Só que acordo 6h pra ir trabalhar, então complica acordar mais cedo que isso. Então, tento ir encaixando a escrita nos momentos que dá, mas preciso sentar e organizar melhor essa rotina pra conseguir render ainda mais.

    1. Fala, Carol, tudo bom?

      Meu, home office é assim mesmo: tem que ter a predisposição, senão não rola! É legal entender isso o mais rápido possível, né? E força nessa disposição de manter a rotina de escrita de pé, vai dar tudo certo!

      Beijão e obrigada por comentar! 🙂
      Jana

  3. Fala, Carlos!

    Jesus, eu não consigo nem imaginar (fico só vendo a Paola se virando do avesso com a Larinha hahaha)… Mas é isso, né, é a magia de encontrar aquele tempinho onde nem a gente imagina! Fácil falar e difícil fazer, mas é o jeito! :/

    Um beijão e obrigada pelo comentário!
    Jana

  4. Programa massa!

    Vixe, meu nemesis de escritor wanna-be é a falta de disciplina e concentração.

    Acho que na discussão vale testar coisas diferentes para encontrar o melhor método pra cada um, mesmo quando estamos acomodados. Eu costumava usar música para produzir ruído branco e poder ajudar na conscentração, mas uma vez resolvi testar usar protetor auricular (daqueles que vendem em materiais de construção) e puf! Descobri que mesmo a música que eu usava para isolar o ruído externo me atrapalhava MUITO e o (quaaase) silêncio que o protetor me proporcionava ajudava bem mais!

    Gentes, queria perguntar: qual sugestão de proporção em gasto de tempo cês sugerem para usar em diferentes projetos rolando paralelamente? Tipo, 50% do tempo de escrita pro projeto “principal”, etc.

    1. Fala, Mike, tudo bom?

      Sim, acho que testar mesmo quando a gente acha que o nosso processo tá bom é sempre um caminho. Testar escrever à mão, em horários diferentes, em lugares diferentes… Vale tudo!

      Sobre o tempo dos projetos: acho que é bem particular! Eu, por exemplo, gosto de focar em textos menores/paralelos pra já “tirá-los da frente”, por assim dizer. Quando isso acontece, acabo pausando o projeto principal. Vai depender muito dos prazos e das metas que você definir — tanto prazos externos, tipo deadlines de antologias e concursos, como prazos internos, como a previsão de quando você quer matar um romance, por exemplo. Acho que também é questão de experimentar e ver o andamento das coisas em paralelo, sabe?

      Depois conta pra gente o que pensou em seguir! 🙂

      Abração!
      Jana

  5. Este episódio me fez de lembrar da conversa que tivemos ano passado sobre a minha dificuldade em estabelecer uma rotina de escrita.

    Hoje ainda não considero que alcancei o hábito ideal de escrita, mas estou indo bem melhor agora! Muitas das dicas ditas no episódio eu já uso, o de separar dias para usar para a escrita do romance ou conto que trabalho no momento e os outros para produzir um texto no meu blog; são três dias úteis para o primeiro e dois para o segundo, uso o fim de semana em casos específicos, como concluir algo perto do fim ou para compensar algum dia que deixei de escrever, senão eu me dou o direito de um breve descanso. Tenho também o lance das resenhas, que procuro escrevê-las o quanto antes após terminar a leitura.

    Minhas metas na escrita do romance são parecidas a do Thiago Lee, tento sempre concluir um capítulo ou cena de uma vez. Acho até bom assim, pois me incentiva a escrever mais quando as cenas exigem milhares de palavras.

    Gostei da sugestão de escrever um trecho para continuar no dia seguinte. Para mim faz mais sentido do que aquela dica usada até por Hemmingway de parar de escrever antes de fechar o capítulo para sentir motivado a acabar na escrita do dia seguinte, algo contrário ao que já faço e dá certo para mim.

    Sobre escrever logo de manhã, este sim é um sonho de vida! Na situação atual não consigo, mas se eu tiver oportunidade, a abraçarei com certeza!

    Obrigado pelo episódio 🙂

    1. Oi, Diego, tudo bom?

      Hahaha engraçado que essa é uma conversa que nunca acaba, né? Sua separação da semana parece ótima, especialmente pela pausa pra descansar e tirar o atraso, só se necessário. É importante lembrar da nossa saúde mental também né; às vezes na ânsia de escrever a gente se empolga e acaba forçando tanto a barra que perde o ritmo.

      E espero que um dia você consiga experimentar a escrita matinal, pra mim é muito bom (embora confesso que esteja usando pouco ultimamente D:)…

      Abração e obrigada pelo comentário!
      Jana

Leave a Reply

*