EntreFicções S01E07 – Mary G. (Nikelen Witter)



Entreficções S01E07 – Mary G. (Nikelen Witter)

Ouvir

Prepare seus fones de ouvido para uma história sobre mortalidade, cartas e experiências. Além disso, um bate-papo com Nikelen Witter sobre a escrita como um processo de autoconhecimento, a influência da sua formação acadêmica nas histórias e muito mais.

Comente no feed do podcast, na página do Facebook ou pelo Twitter, no @curtaficcao. A gente quer ouvir sua opinião!

***

ATENÇÃO!

Para ouvir o episódio, clique no botão play, no botão de download no plugin abaixo, ou escute pelo perfil do Curta Ficção no Spotify.

Curta Ficção, EntreFicções e Pavio Curto no Spotify: https://open.spotify.com/show/7g006vOSEM82oK207XUX7E

Feed do podcast Curta Ficção: http://curtaficcao.blubrry.com/feed/podcast/

Feed do EntreFicções: http://curtaficcao.blubrry.com/category/podcast/pavio-curto/feed/

***

Assinem nossa newsletter

Curtam nossa página no Facebook

Sigam-nos no Twitter

***

ONDE ACHAR A NIKELEN

 

ONDE ACHAR OS LIVROS DA NIKELEN

***

CASTING DESSE EPISÓDIO

QUEM É ESSE TAL DE MARVIM MOTA?

Dúvidas, comentários, sugestões – contato@curtaficcao.com.br


2 thoughts on “EntreFicções S01E07 – Mary G. (Nikelen Witter)

  1. Comentário atrasado, mas é como dizem: “Antes T.A.R.D.I.S. , duke nukem” 😉 XD
    Não consigo descrever como foi empolgante ouvir uma história sobre a “Mãe da Ficção Cientifica”, por ninguém mais ninguém menos do que a “Rainha do Steampunk Brasileiro” <3. Pulei da cadeira quando a Isa falou "Victor". CARAMBA MEU !!! É uma mistura de conflito "personagem vs autor" e plot twist muito incrível. ADOREI !
    E sobre o bate-papo… nossa realmente deve estar sendo difícil a vida de historia nesse Brasil tão "1984", onde muitos simplesmente estão NEGANDO a história, distorcendo-a e pior de tudo, tentando apaga-la. Quando museus pegam fogo e escolas militares são erguidas, pode ter certeza que há algo de errado com um país. Acho temo menos os mortos-vivos do Dr.Frankenstein do que os generais de 64 voltando dos mortos.
    Um abraço todos vocês Marvim e evitem contato com cientistas loucos #ficadica

    1. Eaew, Ailton!

      Cara, quando li a história tive a mesma reação hahahaha… Gosto muito da escrita da Nikelen e do modo como ela mescla história e fantasia.

      Sobre o período conturbado que a gente ta vivendo, acredito que será muito importante continuar fazendo boa arte e utilizar dela como ferramenta pra manter a saúde mental e/ou passar a mensagem do bom senso adiante.

      Vlw pelo feedback!

Leave a Reply

*