Curta Ficção #062 – Geografia, Política e Economia nas Histórias, com Barbara Morais



Curta Ficção #062 – Geografia, Política e Economia nas Histórias, com Barbara Morais

Ouvir

Neste episódio, Jana Bianchi e Paola Siviero convidam Barbara Morais para falar sobre como pensar aspectos geográficos, históricos e econômicos na sua história.

Este episódio faz parte da iniciativa #OPodcastÉDelas.

Comente no feed do podcast, na página do Facebook ou pelo Twitter, no @curtaficcao. A gente quer ouvir sua opinião!

***

ATENÇÃO!

Para ouvir o episódio, clique no botão play, no botão de download no plugin abaixo, ou escute pelo perfil do Curta Ficção no Spotify.

Curta Ficção no Spotify: https://open.spotify.com/show/7g006vOSEM82oK207XUX7E

Feed do podcast: http://curtaficcao.blubrry.com/feed/podcast/

***

Assinem nossa newsletter

Curtam nossa página no Facebook

Sigam-nos no Twitter

***

ENCONTRE A BARBARA NAS REDES SOCIAIS

APOIE NOSSO FINANCIAMENTO COLETIVO!

  • Catarse Assinaturas: catarse.me/curtaficcao > CORRE PRA PEGAR AS COTAS DAS PRIMEIRAS 24H E DA PRIMEIRA SEMANA!
  • PicPay: procure pelo nosso perfil @curtaficcao

COMO FUNCIONA O PICPAY?

Para nos apoiar pelo PicPay, primeiro baixe o app pelo Google Play neste link ou na Apple Store neste link, e então siga os passos abaixo. Depois é só escolher o plano de recompensas e a forma de pagamento.

CONFIRAM NOSSOS TRABALHOS

Dúvidas, comentários, sugestões – contato@curtaficcao.com.br


6 thoughts on “Curta Ficção #062 – Geografia, Política e Economia nas Histórias, com Barbara Morais

  1. Adorei o Episódio!
    A maioria dos leitores não tem clareza da importância dos estudos de áreas diversas na hora de escrever um livro, por isso achei esse episódio perfeito, pois cita exemplos de livros e o cuidado para não cair em certos estereótipos que muitas vezes são mentirosos ou exagerados.
    E parabéns por fazer parte da campanha O Podcast é Delas! Eu adoro ouvir mulheres falando sobre temas diversos porque representatividade importa sim!
    Abraços

    1. Oi, Daísy!
      A gente acha super importante dar aquela lembrada que escrever (ficção de gênero principalmente) é mais do que apenas colocar palavras no papel, mas que a verossimilhança passa também por pesquisa, conhecimento de assuntos diversos, etc. E a campanha é linda e super importante, temos orgulho de fazer parte dela!
      Abração 🙂

  2. Ouvir este episódio foi uma das melhores coisas do meu dia.
    Depois de muito tempo, estou me aventurando a escrever uma história minha de novo. E tentando aproveitar tudo o que venho pegando de livros, e principalmente dos podcasts que fui descobrindo ao seguir autores brasileiros nas redes. (O Curta Ficção foi minha descoberta mais recente). E é… Talvez por ser um estudante de psicologia, minha cabeça já vai direto para os personagens. Eu defini bem os personagens e tudo mais, mas na hora de escrever a história fui ver como o mundo onde eles estão inseridos tava bagunçado. Aí ouvi esse episódio e PUF! Tudo se tornou claro. Os pontos mal-definidos da construção do mundo surgiram na minha cabeça. Vai dar um trabalho pra resolver tudo, mas vai valer muito a pena. E muito obrigado a vocês por desatarem esse nó no meu cérebro.

    1. Oi, Ícaro!
      Que bom que te ajudamos a dar essa forcinha aí pra você escrever. Dá um trabalhão, mas a sensação no final é de dever cumprido. A gente tá torcendo por você 😀

  3. Aqui outro escritor vindo da área de ciências econômicas! o/

    Eu tento agregar os meus conhecimentos, nem sempre com sucesso, mas tento dar essa camada direta ou indiretamente à ficção que produzo. Vislumbrei essa possibilidade ao ler obras como “Eu, Robô” e “Tropas Estelares”, percebendo que ficção (e no caso do exemplo, científica) não se trata só de especulações nos campos de tecnologia, física, química, biologia (geralmente que ganham o foco), mas que também existem outras ciências igualmente interessantes para trabalhar boa ficção, como especular sobre o impacto dos elementos fantásticos inseridos vai repercutir sobre a história, geografia, economia, etc.

    1. Fala, Mike!

      Meu, sim! Uma coisa que a gente costuma fazer é pensar na ciência apenas como aquilo que mexe com tecnologia e ciências puras e “exatas”. Mas há muita ciência em humanas, e nesse quesito a ficção científica pode ir muito além do que a gente tem em mente inicialmente, né?

      Brigadão por comentar! 🙂

      Beijos!
      Jana

Leave a Reply

*