Curta Ficção #076 – O Momento Atual da Fantasia Nacional



Curta Ficção #076 – O Momento Atual da Fantasia Nacional

Ouvir

Thiago Lee, Jana Bianchi e Paola Siviero discutem o momento atual da fantasia e ficção científica nacional, e se ela está de fato deslanchando ou não.

Comente no feed do podcast, na página do Facebook ou pelo Twitter, no @curtaficcao. A gente quer ouvir sua opinião!

***

ATENÇÃO!

Para ouvir o episódio, clique no botão play, no botão de download no plugin abaixo, ou escute pelo perfil do Curta Ficção no Spotify.

Curta Ficção no Spotify: https://open.spotify.com/show/7g006vOSEM82oK207XUX7E

Feed do podcast: http://curtaficcao.blubrry.com/feed/podcast/

***

Assinem nossa newsletter

Curtam nossa página no Facebook

Sigam-nos no Twitter

***

APOIE NOSSO FINANCIAMENTO COLETIVO!

COMO FUNCIONA O PICPAY?

Para nos apoiar pelo PicPay, primeiro baixe o app pelo Google Play neste link ou na Apple Store neste link, e então siga os passos abaixo. Depois é só escolher o plano de recompensas e a forma de pagamento.

 

LINKS COMENTADOS

CONFIRAM NOSSOS TRABALHOS

VINHETA DE ABERTURA/ENCERRAMENTO

Música Cabidela, da banda pernambucana Mombojó – distribuída através da licença Creative Commons

Dúvidas, comentários, sugestões – contato@curtaficcao.com.br


3 thoughts on “Curta Ficção #076 – O Momento Atual da Fantasia Nacional

  1. Parabéns por mais um bom episódio.
    Usar temática brasileira nem sempre é fácil ou bem aceito pelo publico. Principalmente pelo público de ficção científica. Creio eu que estamos criando um novo nicho com isso e como falaram, não a nada de mal nisso. Apenas o fato dos leitores serem bem mais limitados.
    O meu primeiro livro foi de uma alienígena caindo na baia de Guanabara nos dias atuais e a trama se desenrola no RJ e depois vai para MG. O segundo já é em outro planeta totalmente (finalizando a primeira versão deste).
    O terceiro devo voltar ao Brasil e tentar novamente participar do nicho.
    Vou dizer-lhes que é preciso escrever por querer escrever, por gostar de escrever, é muita coisa a estudar e aprender para entrar nesse mercado e sinceramente vocês me ajudaram demais nisso.
    Já ajudo o curta ficção de 2 maneiras, em breve completarei as 3.
    Parabéns e novamente muito obrigado pelo programa.

    1. Oi, Rogério, tudo bom?

      Obrigada pelo comentário, e pela ajuda! Como a gente sempre fala, você já apoia demais! Brigadão mesmo! <3

      E eu realmente acho que a gente começa com um público mais limitado escolhendo essas ambientações, mas acho que cada vez mais esse público cresce e o interesse de se ver/se identificar nas histórias se torna algo relevante para as pessoas. Posso estar sendo otimista, mas acho que cada vez mais esse nosso esforço de fazer ficção aqui vai ser valorizado. E adorei a ideia do alien caindo na baía de Guanabara! 😀

      Abração!
      Jana

  2. Fala pessoal!

    Curti esse episódio. A discussão sobre o momento da literatura fantástica no Brasil foi muito boa. Acho que ainda é um pouco difícil não perceber a literatura fantástica como nicho… Fica meu questionamento. Nicho é algo ruim? Acho que não. O mainstream, cada vez mais, perde espaço para os nichos em diversas áreas. Vejo o futuro como um ecossistema de nichos. É natural cada um procurar seus gostos e produtos favoritos. Bom mesmo é cuidarmos direito do nosso nicho fazendo trabalhos de qualidade, investir em revistas e eventos, fazendo-o crescer de modo saudável.

    Abraços!

Leave a Reply

*