EntreFicções S01E03 – Enquanto vagueio pelas cinzas do mundo (Rodrigo Rahmati)



Entreficções S01E03 – Enquanto vagueio pelas cinzas do mundo (Rodrigo Rahmati)

Ouvir

Prepare seus fones de ouvido para uma história sobre objetos perdidos, medos e esquecimento. Além disso, um bate-papo com Rodrigo Rahmati (autor do conto) sobre a arte como um meio para a imortalidade, as metáforas que se estendem após o texto pronto, o segredo mágico de como conciliar varias atividades artísticas e cotidianas entre outras conjecturas.

Comente no feed do podcast, na página do Facebook ou pelo Twitter, no @curtaficcao. A gente quer ouvir sua opinião!

***

Sorteio do Livro “Realidades Cabulosas”

Para participar do sorteio de um exemplar físico do “Realidades Cabulosas”, compartilhe o link: bit.ly/entreficcoes-s01e03 no seu Facebook ou Twitter, na forma PÚBLICA, e depois preencha este formulário: https://goo.gl/forms/07vHqjHDwtfeKjXm1. O sorteio estará valendo até dia 26/08/2018, às 23h59.

***

ATENÇÃO!

Para ouvir o episódio, clique no botão play, no botão de download no plugin abaixo, ou escute pelo perfil do Curta Ficção no Spotify.

Curta Ficção, EntreFicções e Pavio Curto no Spotify: https://open.spotify.com/show/7g006vOSEM82oK207XUX7E

Feed do podcast Curta Ficção: http://curtaficcao.blubrry.com/feed/podcast/

Feed do EntreFicções: http://curtaficcao.blubrry.com/category/podcast/pavio-curto/feed/

***

Assinem nossa newsletter

Curtam nossa página no Facebook

Sigam-nos no Twitter

***

ONDE ACHAR O RODRIGO E AS SUAS OBRAS

PARA ENVIAR CONTOS AO LEITOR CABULOSO

***

CASTING DESSE EPISÓDIO

QUEM É ESSE TAL DE MARVIM MOTA?

Dúvidas, comentários, sugestões – contato@curtaficcao.com.br


7 thoughts on “EntreFicções S01E03 – Enquanto vagueio pelas cinzas do mundo (Rodrigo Rahmati)

  1. Fala galera do curta ficção!
    Sou amigo da Jana, já acompanho o podcast há algum tempo, mas essa é a minha primeira vez comentando.
    Primeiramente, gostaria de parabenizar o Rodrigo Rahmati pelo ótimo conto, mexeu bastante comigo. A narração também está muito boa.
    Foi interessante ouvir a discussão sobre a estória porque eu tive uma interpretação COMPLETAMENTE diferente assim que ouvi o final. O meu entedimento foi o seguinte: a protagonista era uma mulher que vivia na rua, próxima (ou dentro) de um ponto de ônibus. A “Nicole” (que provavelmente nem tem esse nome) era apenas uma passageira que um dia chamou a atenção da protagonista, com suas roupas de academia, seu cabelo perfeito, sua aliança e suas amigas. A protagonista imaginou como seria ter a vida dela e caiu no sono. Sonhou que era uma mulher bem sucedida com um trabalho que amava, um marido amoroso, amigos, um apartamento ajeitado com móveis de qualidade, sistema de som, shampoos caríssimos e etc. Contudo, conforme amanhece e os primeiros ônibus do dia começam a fazer barulho, o sonho vai se desfalecendo. A caneta é uma das primeiras coisas que somem, e isso simboliza o fim do “instrumento para escrever a fantasia”. As outras coisas vão sumindo aos poucos e as pessoas passam a ignorá-la. Ela enfim desperta completamente e volta a sua realidade de “invisível” na condição de moradora de rua. Ela também gostaria de desaparecer por completo…mas não desaparece.
    Enfim, foi isso, espero não ter viajado demais!
    Abraços!

    1. Cara! muuuito legal tua interpretação, fiquei viajando aqui ligando os pontos da história que batem com isso!
      Não consigo mais desver isso hahahahahaha…

      Valeu aí pelo feedback 🙂

  2. Primeiramente, fora Temer.

    Segundamente, parabéns pela produção, tá excelente, os atores também ficaram bem legais (embora eu tenha achado algumas cenas do marido da protagonista ficaram um pouco perdidas nas falas mais longas).

    Terceiramente, adorei o conto. A construção de personagem e enredo foi ótima. Apenas achei que o final poderia ser melhor lapidado, não achei ruim, mas ficou aquém ao crescendo em que minha curiosidade foi capturada durante o desenvolvimento da história.

    1. Primeiramente, fora Temer.

      Segundamente, que bom que gostou, Mike. No próximo episódio vamos começar a inserir no final do programa os erros de gravação e você vai ver a zona que é esse pessoal! hahahahaha…

      Terceiramente, muito obrigado pelo feedback 🙂

  3. Esse conto é fantástico. FANTÁSTICO! E nossa que áudio drama!!!!
    Apenas pontos de exclamação definem como fiquei depois de ouvir o episódio.
    Adorei, parabéns a todos os envolvidos. o/

    1. Pow, Auryo! que bom que você curtiu!

      Esse também foi um dos episódios que mais mexeu comigo.
      Tem outros bem fortes chegando, mas melhor não dar spoiler hahahaha…

      Valeu aí pelo feedback!

Leave a Reply to Marvim Mota Cancel reply

*